Como o governo pode conceder uma redução no imposto de renda?

Rate this post

Imposto de Renda Pessoa Jurídica Os lucros realizados por empresas brasileiras ou estrangeiras estabelecidas no Brasil estão sujeitos a imposto de renda. Esse imposto é calculado com base no lucro tributável e nos ganhos de capital gerados pelas operações da empresa no Brasil ou no exterior. É determinado anualmente com parcelas mensais. A alíquota é de 15%, com acréscimo de 10% sobre a parcela do lucro tributável superior a 20.000 reais por mês.

Dividendos pagos a pessoas físicas ou jurídicas domiciliadas no Brasil ou no exterior não estão sujeitos a imposto de renda. Um imposto de renda retido na fonte é cobrado sobre a renda paga a não residentes a taxas de 15% ou 25%, dependendo da natureza da renda. Um imposto regulador (CIDE, ou contribuição de intervenção econômica), cuja alíquota é de 10%, também é devido no pagamento de royalties ou qualquer remuneração derivada da transferência de tecnologias.

Imposto sobre produtos industrializados

O IPI é calculado sobre o valor de bens industriais importados ou fabricados localmente ou qualquer produto industrial ou similar. A taxa varia de acordo com a natureza das mercadorias (a taxa média é de 10%). O IPI não se aplica às exportações.

Impostos empresas

Esse imposto é calculado sobre o montante de empréstimos bancários (e transações similares), a compra ou venda de moeda estrangeira, prêmios de seguro e o preço de títulos comprados ou vendidos, a taxas que variam de 0 a 25%.

Impostos estaduais

O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) é a fonte mais importante de receita para os estados. Qualquer empresa que realize regularmente operações que envolvam um movimento físico de mercadorias (incluindo importações) ou que forneça serviços de comunicação ou transporte entre estados ou municípios é submetida ao ICMS. As alíquotas do ICMS (com o mesmo princípio do IVA) variam de 7 a 25%.

Um imposto (ISS ou imposto sobre serviços) é cobrado sobre os serviços, na forma autorizada e promulgada pela legislação federal. A taxa pode ser fixa ou variável dependendo do tipo de serviço e dos regulamentos de cada município. Geralmente, é 5% do valor do serviço faturado. Várias cidades recentemente concederam isenções para atrair novos investimentos em indústrias de serviços.

Legislação trabalhista

As relações industriais são regidas pela Constituição Federal, o Código Consolidado das Leis do Trabalho (CLT) e muitas leis e regulamentos. Os direitos fundamentais dos funcionários podem ser ampliados pela negociação coletiva entre empregadores e funcionários, geralmente conduzida por sindicatos ou representantes do pessoal.

Todos os trabalhadores são obrigados a ter um cartão de trabalho com as condições do seu contrato de trabalho. Os empregadores devem manter um registro detalhado para cada funcionário, que pode ser verificado pela administração trabalhista.

Contratos de trabalho

A semana normal de trabalho no Brasil é de 44 horas ao longo de um período de seis dias. O salário mínimo é de 380 reais (cerca de 158 euros). Se um empregador regularmente faz certos pagamentos, como bônus ou horas extras, estes são considerados, de acordo com a legislação trabalhista, como parte do salário básico.

Segurança social

Empregadores, como empregados, são obrigados a pagar sua contribuição para a Previdência Social. Indivíduos pagos por uma empresa brasileira estão sujeitos a um imposto de seguridade social local, deduzido na fonte pelo pagador. A taxa dessa contribuição é de 8 a 11%, dependendo do nível de remuneração. A contribuição do empregador varia de 26,8% a 28,8%, dependendo do tipo de atividade, e é calculada sobre o salário mensal de cada funcionário.

Emprego de estrangeiros no Brasil

Os estrangeiros devem obter uma permissão de trabalho emitida pelo Ministério do Trabalho, que pode ser temporária ou permanente, dependendo do tipo de trabalho ou ocupação. Para salvaguardar os empregos brasileiros, o governo exige que dois terços dos empregados de empresas brasileiras sejam cidadãos brasileiros e recebam pelo menos dois terços da remuneração total.

IRPF 2019

Todos os anos, as empresas devem declarar ao Ministério do Trabalho a proporção de empregados nacionais e estrangeiros. O Brasil está se tornando cada vez mais aberto ao comércio exterior e à concorrência estrangeira. O país está aumentando seus esforços para impulsionar seu dinamismo econômico. Aumentou sua eficiência na produção e venda de bens e serviços através de novos padrões tecnológicos. Os impostos de importação foram reduzidos, as cotas de importação foram removidas.